Esta loja necessita de JavaScript habilitado para funcionar.

Compre pelo telefone: (41) 3668-0680

Onde praticar montanhismo perto das grandes capitais?

19 dez, 2017

Você nem sempre precisar ir para tão longe para praticar montanhismo, confira as nossas dicas e aproveite para praticar mais este esporte!

O montanhismo é a prática de subir montanhas principalmente com caminhadas e escaladas. O montanhismo também é chamado de Alpinismo, nome derivado do lugar onde o esporte surgiu, os Alpes. Para você que gosta do montanhismo, mas procura novos lugares para praticar, mostraremos agora alguns lugares indicados para a prática e que são próximos de grandes capitais. 

Morro do Anhangava, PR  

(Localiza-se a aproximadamente 30 Km de Curitiba)

O Morro do Anhangava fica no município de Quatro Barras, no Paraná. É referência nacional para as primeiras noções de escalada técnica. Por ser considerado ideal para escaladores iniciantes recebe montanhistas de todo o país e do exterior, sendo também muito visitado por atletas locais. Possui fácil acesso e conta com cerca de 180 vias diferentes de escaladas técnicas. 

Considerado o principal "Campo Escola" do montanhismo paranaense com 1.450 metros de altitude, apresenta extensas paredes rochosas nas encostas superiores que proporcionam experiências variadas, podendo ser realizadas desde simples caminhadas ao cume até escaladas em rocha classificadas do grau III ao IX. 

Curiosidades: 

- Em 1880 no Morro Anhangava ocorreu uma intensa extração de minérios destinados à construção da estrada de ferro que liga Curitiba até Paranaguá.- Uma capela foi construída no cume do morro na década de 50 e a partir daí o morro passou a receber mais atenção.- Em tupi-guarani Morro Anhangava significa "morada do diabo". 

Indicações: Escaladas, caminhadas e prática de voo livre.

Pão de Açúcar, RJ

(Localiza-se na cidade do Rio de Janeiro)

O Pão de Açúcar é um complexo de morros composto pelo Pão de Açúcar, Morro da Urca e pelo Morro da Babilônia. O Complexo do Pão de Açúcar está localizado no bairro da Urca, na cidade do Rio de Janeiro.  Com cerca de 396 metros de altura o Morro do Pão de Açúcar é circundado por vestígios de mata Atlântica com mais de 100 vias. A via mais frequentada é a Coringa pois é considerada a mais fácil.

O Morro da Urca é ideal para quem está começando a praticar rapel. Com mais de 50 vias, também possui trechos recomendados para iniciantes em escaladas, como na face sul. O Morro da Babilônia também é uma boa opção para quem ainda não tem muita experiência por possuir escaladas rápidas e com belas vistas. 

Curiosidades: 

- Estima-se que o Morro do Pão de Açúcar tenha sido formado há mais de 600 milhões de anos.- O complexo do Pão de Açúcar juntamente com a estátua do Cristo Redentor é um dos mais famosos cartões-postal do Brasil.- No complexo há uma trilha que pode ser percorrida a pé sem o auxílio de aparelhos de montanhismo. Ela é gratuita e leva da pista Cláudio Coutinho até o alto do Morro da Urca.

Indicações: Escaladas, caminhadas e rapel.

Serra Caiada, RN 

(Localiza-se a aproximadamente 70 Km de Natal)

A Serra Caiada fica no pequeno município de mesmo nome no Rio Grande do Norte. É referência para quem curte escalada e rapel.  Possui mais de 200 vias para escalada com vários graus de dificuldade, tendo o pico mais alto com 120 metros de altura. Com acesso fácil, às margens da rodovia BR-226 e vegetação de caatinga, é bastante frequentada pelos atletas de montanhismo. Em 2012 a Serra da Caiada sediou o XI Encontro de Escaladores do Nordeste. 

Curiosidades: 

- A Serra Caiada é uma das mais antigas formações rochosas das Américas, com cerca de 3,4 bilhões de anos.- A escalada em Serra Caiada teve início em 1996, quando as primeiras vias foram grampeadas.- Em 2016 ocorreu na Serra Caiada o evento Mulheres da rocha, em homenagem ao dia internacional da mulher. 

Indicações: Escaladas, caminhadas e rapel.

Pedra Grande, SP

(Localiza-se a aproximadamente 60 Km de São Paulo)

A Pedra Grande em Atibaia é uma ótima opção para os fãs de esportes radicais. Uma das trilhas mais famosas da região é a que sai do Vale do Flamboyant com aproximadamente três quilômetros e desnível. Com cerca de 1.450 metros de altitude é possível chegar até a pedra através de caminhadas ou escaladas.

Curiosidades: 

- A Pedra Grande foi tombada como patrimônio histórico em 1983.- Também é possível estacionar o veículo na própria pedra, caso queira dirigir até o topo em vez de caminhar.

Indicações: Caminhadas, escalada, paraglider, rapel, parapente, asa delta e prática de voo livre. 

Pico Caratuva, PR

(Localiza-se a aproximadamente 57 Km de Curitiba)

O Pico do Caratuva é a segunda montanha mais alta da região Sul com 1850 metros de altura. Localizada entre o município de Antonina e Campina Grande do Sul é cercado pela Mata Atlântica com uma vegetação exuberante. Ao longo do percurso há rios e pequenas cachoeiras, e ainda campos cercados de verdes arbustos chamados Caratuvas, que dão nome ao Pico. Também é possível acampar no pico e presenciar o nascer do sol atrás do Pico Paraná, maior montanha do sul do Brasil e que possui uma bela vista do cume do Caratuva. 

Curiosidades: 

- A planta chamada caratuva tem cerca de um metro de altura e pertence a família do bambu. É uma das responsáveis pelacaracterística beleza do pico.- O Pico do Caratuva possui diversas antenas de rádio amador em seu cume que podem ser vistas de longe. 

Indicações: Escaladas e caminhadas. 

Serra do Cipó, MG

(Localiza-se a aproximadamente 100 Km de Belo Horizonte)

A Serra do Cipó é considerada um dos melhores lugares do Brasil para a prática de escalada. As escaladas são feitas em rochas calcárias típicas da região com diversas cachoeiras, piscinas naturais, grutas e cavernas com pinturas rupestres.

O Morro da Pedreira, que está localizado às margens da rodovia MG-01, é um dos morros da Serra do Cipó mais procurado pelos montanhistas que praticam escalada. Também há outros lugares na Serra que se destacam, como as chamadas Rod e Lapinha, a primeira trata-se de uma área de escalada particular que está dentro de um sítio, no local há mais de 30 vias com diferentes graus de dificuldade. 

Curiosidades: 

- O primeiro nome que recebeu foi Serra da Vacaria, mas no século 18 passou a ser chamada de Serra da Lapa. Atualmente é conhecida como Serra do Cipó devido a uma fazenda chamada Cipó localizada na região.- O pico do Breu é o mais alto da serra, com 1687 metros, e o pico da Lapinha é o segundo com 1686 metros de altitude.- Na região também é possível encontrar produtos artesanais, como doces caseiros e cachaça. 

Indicações: Caminhadas, escalada, canoagem e rapel.

Pedra do Baú, SP

(Localiza-se a aproximadamente 200 Km de São Paulo)

A Pedra do Baú está localizada no Complexo do Baú, conjunto de rochas da Serra da Mantiqueira na cidade de São Bento do Sapucaí no estado de São Paulo. A pedra conta com 1950 metros de altitude e com aproximadamente 400 metros de paredes.

A Pedra do Baú possui vias de diversos níveis de dificuldade, ou seja, há opções para quem está iniciando no esporte e também deseja um bom desafio. É possível acessar o cume da pedra fazendo uma caminhada com duração de aproximadamente uma hora pelo lado norte e subindo uma escada metálica de 600 degraus fixados na pedra. 

Curiosidades: 

- A Pedra do Báu foi escalada pela primeira vez em 1940, pelos irmãos Cortez, João e Antônio Teixeira de Sousa.- Na ponta da Pedra do Baú vê-se um enorme precipício de granito, capaz de dar vertigem em qualquer pessoa.- Uma casa já foi construída no topo da pedra, feita de tijolos e telhado de cobre para armazenar água da chuva, utilizada para pernoites de alpinistas. Infelizmente a casa foi destruída por ação de vandalismo. 

- Guias e instrutores são facilmente encontrados na região.

Indicações: Escaladas e caminhadas. 

Pedra da Taba, SC

(Localiza-se a aproximadamente 120 Km de Florianópolis)

A Pedra da Taba está localizada na cidade de Laguna, conhecida por suas belezas naturais como lagoas, morros e rochas. O local possui uma boa variedade de vias a serem exploradas. Outro destaque é a quantidade de boulders, pequenos blocos de pedras com menos de 6 metros e que são escalados sem o uso dos equipamentos de segurançaconvencionais e por isso exigem força e são de extrema dificuldade técnica.

Curiosidades: 

- As maiores vias possuem cerca de 35 metros e são chamadas de Similitude e Carbonífero.- As primeiras vias do local foram abertas pela a Associação Catarinense de Escalada e Montanhismo de Florianópolis. 

Indicações: Escaladas. 

Agora que indicações de lugares para praticar montanhismo não é mais o problema, aproveite e confira a grande variedade de equipamentos e acessórios para montanhismo que temos disponíveis na Aventura & Cia.


Ícone: WhatsApp WhatsApp